quarta-feira, 25 de abril de 2018

andidatos denunciam supostas irregularidades ocorridas no concurso da Polícia Civil da Bahia

Candidatos que participaram do concurso da Polícia Civil da Bahia, organizado pela Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp), no último domingo (22), procuraram o BNews e denunciaram supostas irregularidades ocorridas na aplicação das provas objetiva e discursiva. 

De acordo com o edital de convocação, durante a realização das avaliações não seria permitida o uso de "qualquer tipo de aparelho" que realizasse "gravação de imagem, ou de som pelo candidato, pelos seus familiares ou por quaisquer outros estranhos a este concurso público". Além disso, a banca garantiu que seria "excluído do concurso, o candidato que estivesse utilizando ou portando em seu bolso, mochila os aparelhos eletrônicos".

A reportagem recebeu imagens de questões das provas, que não poderiam ser levadas pelos participantes após a realização. Além disso, reproduções de conversas do aplicativo WhatsApp revelam que em alguns lugares o envelope que trazia as provas não estava lacrado, e uma pessoa teria sido vista com uma prova no Aeroporto de Salvador.

Contrariados com a situação, alguns participantes, que pedem a anulação do concurso, prometeram denunciar o caso ao Ministério Público da Bahia (MP-BA). Ao site, a assessoria do MP-BA confirmou que o órgão foi procurado por diversos participantes, mas que a denúncia ainda não foi formalizada.
A Vunesp também foi questionada pela reportagem. O superintendente de Recursos Humanos da instituição, Adriano Tambone, informou que até o momento não foi recebida nenhuma reclamação.
 
Candidatos que quiserem entrar com recurso administrativo pelo concurso devem contatar a Vunesp e seguir os procedimentos previstos em edital.
O concurso da Polícia Civil da Bahia teve abstenção de 21,78%. O número corresponde a 10.444 inscritos que deixaram de fazer as provas do certame. No total, 37.676 candidatos compareceram aos 48 locais de prova na capital baiana.
 

Câmera flagra homem acusado de invadir casa e roubar idosos no Santo Antônio


Imagens de câmeras de um circuito de segurança podem ajudar a equipe do delegado Miguel Cicerelli, da Polícia Civil de Itabuna, a identificar e prender o assaltante que rendeu um homem e duas mulheres, na manhã de sábado (21), no bairro Santo Antônio, em Itabuna, e roubou um Fiat Siena, branco, placas OZK-3273. O assalto ocorreu por volta das 8 horas do sábado. Pouco antes, o homem era flagrado por câmeras ao longo da rua Nelson Oliveira, onde ocorreu o assalto. Ao entrar na residência pelo portão da garagem, o ladrão, com revólver em punho, rendeu o dono do veículo e as duas mulheres. Cinco minutos depois, já às 8h05, o assaltante, de blusa branca e calça, foge pela Nelson Oliveira em direção à avenida Itajuípe. Além do veículo, o criminoso roubou dois celulares e R$ 290,00 das vítimas. O crime é investigado pela Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos. (Pimenta)

Acidente envolvendo carro e moto no Santo Antônio

 Um acidente no bairro Santo Antônio, deixou um homem de prenome Léo, ferido. A vítima foi socorrida para o Base.






Acusado de tráfico é preso na Zona Norte de Ilhéus

Na foto, um morador e a PM preparando-se para conduzir o suspeito
A PM (PETO 70) prendeu um homem na manhã desta quarta-feira (25) na Zona Norte de Ilhéus.Com o acusado de tráfico de drogas, os policiais encontraram uma pequena quantidade de drogas.

Já na noite de ontem, houve troca de tiros entre PMs e bandidos. Um carro foi recuperado.

Câmara consegue aprovar apenas texto-base da MP 809

Após quatro horas tentando votar uma única matéria no plenário, a Câmara dos Deputados conseguiu aprovar apenas o texto-base da Medida Provisória 809, que permite ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) selecionar um banco público para criar e gerir um fundo formado pelos recursos arrecadados com a compensação ambiental para financiar unidades de conservação. 

Menina de 9 é baleada em tentativa de estupro

O estado de saúde da menina de 09 anos de idade, que foi baleada após uma tentativa de estupro, onde o autor foi um menino de 10 anos de idade, fato ocorrido no Bairro Tancredo  e chocou a população teixeirense, repercutindo a nível nacional.
A vítima, que foi atingida no ânus por um disparo de arma de fogo, e logo após socorrida ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, foi submetida à procedimentos cirúrgicos. A pequena está se recuperando bem da cirurgia, e o projétil foi retirado. Pessoas irresponsáveis divulgaram que a menina teria morrido, e isso causou grande desespero na família. Nossa equipe que acompanha o caso desde do início, apurou que a menina estava apenas impossibilitada de beber água, e que hoje chegou a tomar uma sopa.
Os médicos irão aguardar a reação na recuperação para emitir uma nota mais detalhada do real estado da pequena. O caso repercutiu durante todo o fim de semana, e muitas pessoas buscaram informações sobre a vítima. Nossa equipe seguirá acompanhando a recuperação da menina, torcendo para que ela não tenha nenhuma sequela. Só em Ilhéus.

Segunda perícia encontra novos fragmentos de projéteis em carro onde estava Marielle Franco

O carro onde estavam a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, na noite do dia 14 de março, quando foram assassinados, passou por nova perícia nesta terça-feira. De acordo com informações do "RJTV", da TV Globo, peritos encontraram novos fragmentos de projéteis no veículo. O material recolhido pela Polícia Civil será comparado a balas de calibre 9mm encontrados na cena do crime para saber se pertencem a esses projéteis ou se é oriundo de tiros de outro calibre.
O veículo foi levado da Delegacia de Homicídios da capital, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, para o Instituto Carlos Éboli, no Centro, nesta manhã. Ainda de acordo com o "RJTV", parte do carro teve que ser desmontada para que os novos fragmentos fossem encontrados. Uma primeira análise foi feita no local do crime, há 41 dias.

terça-feira, 24 de abril de 2018

Carro roubado em Itabuna é encontrado após confronto em Ilhéus

De acordo com informações de leitores, esse veículo foi recuperado em Ilhéus, nesta noite de terça-feira (24), após troca de tiros entre a PM e criminosos. O caso ocorreu no Iguape.

Promotora fala quais as características da Alienação Parental


Em entrevista para o Portal de Notícias do MP, a Promotora de Justiça de Defesa de Família Ana Carolina Lucena de Freitas Sindeaux esclarece algumas das principais dúvidas sobre Alienação Parental.
O que é Alienação Parental?
É o ato de um dos genitores, avós ou terceira pessoa que detenha a guarda, ou vigilância sobre criança ou adolescente, de programá-lo de forma manipuladora para que repudie, sem motivo justificado, genitor, causando prejuízo ao estabelecimento ou à manutenção dos vínculos afetivos com este.
Considerada um transtorno psicológico, a síndrome de alienação parental caracteriza-se por um conjunto de sintomas pelos quais o genitor alienador transforma a consciência de seus filhos mediante diversas formas e estratégias. O comportamento do alienador acaba convencendo a criança ou adolescente de suas verdades, de forma que estas, passam a ter como sua própria verdade aquilo que lhe foi passado pelo alienador.
Tratando-se de um transtorno só recentemente reconhecido pela psicologia e pelo direito, o legislador foi sábio em elencar exemplificativamente as condutas típicas de alienação parental, sem, contudo, limitar a atuação do juiz na constatação de outras que tenham o mesmo objetivo.
São condutas elencadas pela Lei como formas de alienação parental, a realização de campanha de desqualificação da conduta do genitor no exercício da paternidade ou maternidade; dificultação do exercício da autoridade parental e de contato de criança ou adolescente com genitor; dificultação do exercício de direito regulamentado de convivência familiar; omissão de informações pessoais relevantes sobre a criança ou adolescente, inclusive escolares, médicas e alterações de endereço; apresentação de falsa denúncia contra genitor ou familiares deste, para dificultar ou obstar a convivência deles com a criança ou adolescente; alteração de domicílio, sem justificativa, para dificultar a convivência da criança ou adolescente com o outro genitor ou familiares deste.
A consolidação da alienação parental produz conseqüências nefastas e muitas vezes irreversíveis, como distúrbios de comportamento, depressão, dupla personalidade, falta de auto-estima, sentimento de culpa, etc,
Preocupou-se também a Lei, em assegurar à criança ou adolescente e ao genitor, garantia mínima de visitação assistida, durante a tramitação do processo, salvo os casos em haja iminente risco de prejuízo à integridade física ou psicológica da criança ou adolescente atestado por profissional designado pelo juiz. Para um melhor esclarecimento, tal medida foi prevista para os casos em que o alienador promove denúncia de incesto, abuso sexual ou maus tratos, pois diante da possibilidade de serem verdadeiras as acusações, a necessidade de garantir a saúde física e emocional da criança ou adolescente muitas vezes acarretava a ordem judicial de imediato afastamento da criança ou adolescente e o acusado. E, como a apuração de tais fatos demandam tempo, quando se concluía pela falsidade da denúncia e ocorrência de alienação parental, os laços de afetividade entre o genitor alienado e a criança ou adolescente já se encontravam fragilizados, ou até mesmo, extintos.
Para a apuração da ocorrência de alienação parental, o juiz determinará, se necessário, a realização de perícia biopsicossocial. É importante destacar que as Varas de Famílias de Natal, não só nos casos de suspeita de alienação parental, mas também nos processos em que há forte litígio sobre guarda e ou exercício de direito de visita, já se utiliza de estudo psicossocial realizado por Equipe integrante do Poder Judiciário.
Como o cidadão pode fazer para denunciar casos desse tipo e buscar a justiça?
Embora as atitudes características da alienação parental possam ter início até mesmo quando os genitores ainda convivem maritalmente, os sintomas de comportamento caracterizados como alienantes geralmente ocorrem diante das separações, e das disputas de guarda pelos filhos, ou seja, durante a tramitação de processos judiciais. Então, cabe ao genitor que percebe estar sendo vítima, denunciar ao juiz e ao Ministério Público, para que estes adotem as providências previstas pela Lei nº.12.318/2010. Isso não impede, que de ofício, o juiz ou o Ministério Público, em qualquer momento processual, percebendo a possibilidade de estar ocorrendo a síndrome de alienação parental adote as medidas provisórias necessárias para preservar a integridade física e psicológica da criança ou do adolescente.
A alienação também pode ser inibida através de ação autônoma, ajuizada com essa finalidade, quando não estiver em tramitação ação entre o alienador e o genitor alienado.
Qual o papel do MP nesses casos?
A maioria dos casos em que se suspeita da ocorrência da alienação parental ocorre durante a tramitação de ações judiciais, daí a atuação do Ministério Público, em regra, deverá ocorrer no exercício de sua função custus legis, vez que, na forma do art. 82I e II do Código de Processo Civil e do art. 201VIIIda Lei 8.069/90, tem como atribuição zelar pela preservação dos direitos de crianças e adolescentes, bem como pelo melhor interesse dos mesmos. Porém, se em atendimento ao público, vier a receber queixa de prática de alienação parental, após análise do caso, deverá orientar a vítima quando à possibilidade de ajuizamento de ação para apurar o fato e coibir a continuidade das condutas alienadoras, ou, conforme a gravidade do caso, e a situação social da vítima ajuizar ele próprio a ação.
Quais as punições para quem pratica a Alienação Parental?

Além de punições, a Lei nº.12.318/2010, veio fornecer ao Judiciário mecanismos para enfrentar a prática de alienação parental, e impedir que ela se concretize. Prevendo em seu art. 6º as seguintes medidas: advertência ao genitor alienador; ampliação do regime de convivência familiar em favor do genitor alienado; estipulação de multa ao alienador; acompanhamento psicológico ou biopsicossocial; alteração da guarda compartilhada ou sua inversão; determinar fixação cautelar do domicílio da criança ou adolescente; e suspensão da autoridade parental.

Moto roubada no Alto Mirante


Um homem acaba de informar nas redes sociais que foi assaltado na Rua Barão do Rio Branco, próximo a ponte de pedestre. A placa da moto é PJX 9173, Fan 160, cor preta.

Mesmo com a voz embargada, ele gravou um áudio e descreveu como os criminosos agiram. "ô amigos, me roubaram agora aqui, os caras me cercaram e levaram a minha moto".

Ilhéus: Troca de tiros no Iguape, PM persegue bandidos no mato

 A Polícia Militar de Ilhéus, com o apoio da Caerc, realiza perseguição aos bandidos na região do bairro Iguape, próximo a Cargil. Informações apontam que bandidos podem ter sido atingidos.

Mais informações a qualquer momento.

Itabuna: Corpo é encontrado no Vale do Sol

O corpo de homem ainda não identificado foi encontrado na região do bairro Vale do Sol, agora há pouco. Segundo a polícia, ainda não é possível confirmar se foi homicídio ou vítima de morte natural.

Mais informações a qualquer momento.

Acusado de matar servidor da Justiça no Sarinha é preso

A Polícia Militar prendeu no final de semana Francisco Silva Santos, o "Caquinho", 37 anos, por Mandado de Prisão Temporária solicitado pela delegada Magda Figueiredo, titular da DH ( Delegacia de Homicídio). 

Ele é acusado de matar o servidor da Vara da Infância, Lindomar Casais dos Anjos, 52 anos,em junho do passado. O crime ocorreu na casa da vitima, no Sarinha.

Corpo de homem vítima de acidente permanece no DPT de Itabuna

Parentes de José Leandro dos Santos Silva, idade ignorada, vítima de um acidente no último final de semana, em Mascote, ainda não compareceram ao DPT de Itabuna, para liberar o corpo. Segundo a polícia, ele foi identificado através de documentos, porém, ainda não foi reconhecido oficialmente. 

Prefeitura vai pagar mais de R$ 1 milhão à Rota por vale-transporte


A prefeitura de Itabuna ratificou e homologou nesta segunda-feira o termo de inexigibilidade para a contratação da empresa Rota Transportes Rodoviários Ltda. A empresa vai fornecer vales transportes intermunicipais aos servidores de diversas secretarias do município. O valor do contrato é de R$ 1.076.485,20.