Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Especialista alerta sobre cuidados com as comidas típicas juninas

Câmara de Vereadores parabeniza Itabuna pelos 108 anos

domingo, 24 de junho de 2018

Especialista alerta sobre cuidados com as comidas típicas juninas


Aina Soledad l A TARDE SP

Em ano de Copa do Mundo no mesmo período do São João, exagerar no extenso cardápio dos festejos juninos pode ser um problema. Diante de tantas gostosuras para saborear entre uma partida e outra ou antes dos shows, é necessário ter cautela sobre a quantidade de alimentos ingeridos.

Ano passado, entre um show e outro, o músico Henrique Oliveira, de 25 anos, não conseguiu resistir ao camarim repleto de comidas. O resultado foi uma infecção intestinal que refletiu no cancelamento da agenda de shows no período. “Comi muito e acabei no hospital. Nos dias seguintes passei muito mal por uma infecção intestinal e perdi boa parte dos festejos”, relembrou. Este ano, o músico aprendeu a lição e disse estar mais cauteloso com a ingestão das comidas típicas.
Segundo a nutricionista e especialista em nutrição ortomolecular Daniela Britoela, o ideal para quem vai aproveitar as festas do período ou assistir aos jogos é redobrar o cuidado com a alimentação. “Se manter hidratado ou fazer um lanche antes de sair de casa pode ajudar a diminuir a fome e contribui para diminuir os riscos de cair em tentação”.
Daniela também alerta que é necessário prestar atenção nas condições de higiene e limpeza. Quanto aos alimentos, a dica é verificar se estão devidamente acondicionados. “É importante avaliar os três requisitos principais: a higiene dos pratos, a salubridade dos ambientes e a preservação do alimento. É importante também verificar se o alimento está com aspecto atrativo”.
Por causa dos festejos, as pessoas acabam se alimentando mais tarde. A nutricionista sugere que quem vai sair para assistir aos shows deve fazer uma alimentação mais leve, principalmente por causa do horário, e evitar alimentos de valor calórico elevado, a exemplo do milho e seus derivados. “Além de dificuldade de digestão, a depender dos hábitos alimentares, o consumo em excesso pode resultar em diarreia”.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!