Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Acusado de matar mestre de capoeira após discussão política é preso

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Acusado de matar mestre de capoeira após discussão política é preso

Paulo Sérgio Ferreira Santana, de 36 anos, foi preso em flagrante por policiais militares, na madrugada desta segunda-feira (8), logo após ter assassinado o mestre de capoeira Romualdo Rosário da Costa, o Moa do Katende, de 63 anos. Ele foi apresentado à imprensa no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba, após ser detido em casa, por policiais militares. O crime ocorreu em um bar localizado nas imediações do Dique do Tororó, em Salvador. Além da morte, Paulo Sérgio ainda foi responsável por ferir um parente da vítima, identificado como Germínio Pereira, 51, com a mesma faca usada para assassinar o mestre de capoeira. 

"Tivemos um homicídio consumado e um tentado", confirmou a delegada Milena Calmon, do DHPP. No entanto, a responsável pelo caso destaca que é precoce dizer que o suspeito é apoiador de Bolsonaro, mas que a discussão iniciou por causa de divergência política. "Isso é precoce ainda. A gente está agora ouvindo testemunhas [que deverão ser ouvidas ainda nesta segunda-feira (8)] e vamos puxar todo perfil dele. Isso ainda não tem nada definido sobre política. 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!