Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Candidatos de Carlito do Sarinha não chegam aos 500 votos em Itabuna, ele sai enfraquecido

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Candidatos de Carlito do Sarinha não chegam aos 500 votos em Itabuna, ele sai enfraquecido

Clara Sena, Carlito e Luciano Araújo
A velha política de fato não funciona mais, os números mostraram  em todo Brasil que políticos mentirosos, acostumados com a enganação e falácias para os eleitores são ineficazes.

Um exemplo público e notório ocorreu em Itabuna no último dia 7 de outubro. O ex-vereador Carlito do Sarinha (SD), não conseguiu arrancar a quantidade de votos prometidos para os candidatos Luciano Araújo, presidente estadual do partido e Clara Sena, candidata a deputada estadual. O primeiro teve 348 votos e a segunda 404 no município.

Em um vídeo gravado pelo blogueiro Chaparral, Carlito discursa como outrora, promessas impossíveis de cumprir para os eleitores presentes em uma reunião de apresentação dos candidatos. Chegando ao ponto de garantir que colocando o deputado dele no poder, os convidados teriam com certeza pedidos de emendas para todos os bairros de Itabuna. Além disso, menciona que a candidata e era moradora de perto da região, esquecendo ele que, Catu, onde a postulante é vereadora, fica a 7 horas de viagem, mais de 400 km do sul da Bahia, muito próximo de Salvador. 


Confira alguns trechos do discurso.
1 – “Meu povo, quero que vote nesse homem, Luciano como candidato federal, vai pedir providências para todos os bairros de Itabuna”.

2- “A voz do povo é a voz de Deus, quero que leve Luciano a câmara dos deputados, e cobre de Carlito do Sarinha, 2020 eu volto, mas só volto se Luciano estiver Federal”.
3- “Eu preciso de Luciano Federal, não estou aqui por dinheiro, ele é um homem que aprendi a gostar”.
4- Clara Sena é uma jornalista jovem, com muitos trabalhos sociais, ela não é de uma região tão longe de Itabuna (mora em Catu, a 7 horas de viagem)”.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!