Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Presidente do Simpi nega determinação, "a desembargadora fez um pedido"

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Presidente do Simpi nega determinação, "a desembargadora fez um pedido"

A Presidente do SIMPI (Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna), Carminha Oliveira, informou em entrevista ao Programa O Crime Não Compensa, Rádio Difusora, nesta quinta-feira (15), que não houve nenhuma determinação por parte do TRT para o fim da greve, na verdade, segundo a professora, houve um pedido da desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho em Salvador, Maria de Lourdes Linhares Lima de Oliveira. 

"Ele pediu gentilmente que os professores retornassem a sala de aula, solicitação feita após promessa dos representantes da prefeitura em resolverem o impasse de salário e remanejo dos professores", revela.

De acordo com Carminha, as aulas retornaram na próxima segunda-feira (19) no período da tarde, os horários da manhã serão para ajustes da categoria. Além disso, ficou acordado em Salvador que, dia 6 de dezembro haverá uma nova audiência para decisões posteriores. 

"Aceitamos o pedido da desembargadora sim, recuamos para não mostrar intransigência, fomos prudentes, agora esperamos que eles cumpram com a palavra dada", conclui.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!