Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Charliane denuncia Sesttran por suposta proibição de notificar ônibus em Itabuna

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Charliane denuncia Sesttran por suposta proibição de notificar ônibus em Itabuna

Foto: Internet.
A polêmica referente ao aumento do valor da passagem do transporte coletivo em Itabuna, saltando de R$ 3,00 para R$ 3,80, está longe de cessar as discussões. Em Convocação na Câmara de Vereadores, o secretário da Sesttran, Coronel Gilberto Santana, foi questionado pela vereadora Charliane Sousa (PTB) quais são os motivos que as empresas de ônibus circulam livremente desde sua posse sem sofrerem multas, pois coletivos estariam rodando com documentação vencida. Além desse fato, a edil abordou e documentou em ata denúncias graves contra a pasta.

De acordo com a vereadora, ela irá solicitar ordem de serviços e  autos de infração de Transporte na gestão do ex-secretário da pasta Cláudio Dourado, a fim de comparar com a atual gestão de Coronel Santana para análise. "Tive conhecimento que a determinação da atual gestão do secretário Santana teria proibido multar, notificar as empresas de ônibus de Itabuna. Além de suspender qualquer notificação contra condutores de táxi clandestinos", informa.

Ainda conforme a solicitação, esses questionamentos ocorreram num momento delicado para a população itabunense, pois a passagem deve aumentar aproximadamente 27 por cento. “ Na gestão do antecessor dele, Cláudio Dourado, foram mais de R$ 2 milhões em notificações, nessa nova gestão nenhuma multa foi aplicada, ou as empresas regularizaram todas as pendências, ou tem algo muito errado, perguntar não ofende”, conclui.

Entre um questionamento e outro houve um momento de tensão na Casa do Poder Legislativo. A vereadora Charliane informa que pediu esclarecimentos ao secretário de Transporte e Trânsito sobre como funciona o processo de liberação de um veículo que esteja no pátio apreendido e qual o horário de funcionamento. “Perguntei por ter conhecimento que um veículo com placa KAA 3904, com documento vencido por mais de três anos e bloqueio na SEFAZ foi liberado, ora, legalmente é impossível”, revela.

A vereadora não parou por aí, conforme documento registrado na Casa, ela cobrou uma resposta sobre o corte da produtividade dos Agentes de Trânsito. Segundo Carliane Sousa, protocolaram na prefeitura solicitando cumprimento da Lei e Decreto de Produtividade. “ O secretário encaminhou a produtividade de novembro novamente cortado, sob qual critério? Como ficará o mês seguinte para os Agentes de Trânsito que comprovaram o cumprimento da Lei e Decreto da Produtividade, tive que fazer essas perguntas, é preciso explicar aos servidores os critérios”, exemplificou.

Endereço que aparece a empresa onde foi comprado R$ 22 mil de papel ofício

Na sequência da convocação, Santana foi provocado a responder sobre um imóvel residencial localizado em Linhares, “sem estrutura para comércio”, e por quais motivos sua pasta realizou uma compra de papel ofício A4 (documento abaixo) no valor de R$ 22,510,00, para o referido escritório. 


O Plantão Itabuna está apurando novas denúncias, aguardem.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!