Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Neto LX é conduzido para o Complexo Policial de Itabuna

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Neto LX é conduzido para o Complexo Policial de Itabuna

Material apreendido com os suspeitos Foto: Plantão Itabuna

A Polícia Militar (Rondesp Sul) conduziu ao Complexo Policial de Itabuna, nesta noite de quarta-feira (05), o cantor de arrocha "Neto LX", o "Gordinho Gostoso", na verdade, Elmiro Costa Ferreira Neto, seu nome de batismo. Ele estava acompanhado de mais dois amigos quando foram denunciados de forma anônima sob acusação de portar entorpecentes. Na abordagem, uma pequena quantidade de maconha e ecstasy foram encontradas.


Em entrevista ao Plantão Itabuna, a delegada de plantão Marilene Aboboreira revelou que o trio estava retornando sentido Ilhéus - Itabuna, quando pararam em um posto de combustível próximo ao Hospital Costa do Cacau e estariam usando drogas. "Ligaram para a PM e eles foram averiguar, eles já estavam em trânsito, sendo presos no Viaduto Paulo Souto", esclarece.

A policial confirmou que todos confessaram sobre a droga, mas alegaram uso da canábis. Enquanto ao êxtase, um homem de prenome Tales, argumentou que seria medicamento para dormir.

Todos foram liberados, porém, mesmo diante da ocorrência pública policial, tentaram distorcer sobre os fatos, levando ao público do cantor acreditar que, as informações eram "Fake News", só que não, existiu e é verdade. 

De acordo com a UNODC, organização mundial que divulga relatórios sobre o combate ao uso de drogas, o efeito não medicinal de medicamentos sob prescrição está se tornando uma enorme ameaça para a saúde pública e o cumprimento da lei no mundo, com opioides sendo responsáveis pelos maiores danos, contabilizando 76% de mortes envolvendo distúrbios relacionados ao uso de drogas. A conclusão é do Relatório Mundial sobre Drogas, lançado no último 26 de novembro, pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime.

Segundo o relatório, a cannabis foi a droga mais amplamente consumida em 2016, com 192 milhões de pessoas tendo-a utilizado ao menos uma vez ao longo do último ano. O número global de usuários de cannabis continua a aumentar e aparenta ter expandido em aproximadamente 16% na ultima década até 2016, refletindo assim um aumento similar na população global. 

Por mais que seja um problema de saúde pública, o fato é, o uso de entorpecentes sustenta todo o resto da criminalidade no mundo, de centavos e centavos, o montante banca a compra de armas, impulsiona assaltos e outros delitos, afirmam os especialistas.


Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Agora quando pegar um pobre usuário na favela querer bater e expor a pessoa quando e artista e entocado mesmo se tivesse com quantidade maior não daria em nada isso é Brasil

    ResponderExcluir
  2. Aí quando esses cabeças ocas fazem cagadas no trânsito ou fora dele, dizem que dormiram ao volante... vão se destruir em suas casas, sozinhos, estudem as drogas e vejam o wuanto sao prejudiciais... não existe essa de uso medicinal sem assinatura de um profissional competente e responsável para tal... e quem compra entorpecentes está alimentando essas chacinas que acontecem todos os dias... juízo cabeças de bagres, inconsequentes.

    ResponderExcluir
  3. Quem usa drogas alimenta o tráfego de drogas que são responsáveis por milhares de mortes todos os anos. Então ele não estava preojudicando e sim a toda sociedade.

    ResponderExcluir
  4. Agora tudo agora é fake,não sabia que maconha e outras drogas era fake.Tem que mostrar mesmo,se fosse um pobre,estavam lascando o pau,mais um músico,ficam colocando de coitadinho.

    ResponderExcluir
  5. Agora tudo agora é fake,não sabia que maconha e outras drogas era fake.Tem que mostrar mesmo,se fosse um pobre,estavam lascando o pau,mais um músico,ficam colocando de coitadinho.A polícia está de parabéns.

    ResponderExcluir

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!