Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Polícia investiga se "Saporeca" foi morto por queima de arquivo, assassino ainda foragido

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Polícia investiga se "Saporeca" foi morto por queima de arquivo, assassino ainda foragido


Foram mais de 72 horas de muita angustia, sofrimento e esperança, mas as famílias dos itabunenses Neilton Santos Andrade, mais conhecido como “Saporeca”, e do caminhoneiro Anderson, o “Andinho”, receberam a pior notícia: Encontrados mortos.

Os corpos foram localizados na zona rural de Ibicuí, por volta das 16 horas, desta segunda-feira (17). Segundo informações policiais, o principal suspeito, identificado como José Carlos Viana Alencar Júnior, o “Nininho”, ligou para a polícia e revelou a localização dos cadáveres.



Conforme a Polícia Civil, o objetivo das vítimas seria vender o veículo Punto de placa policial NYH-7033, carro que seria entregue para o autor na sexta-feira, em Itajuípe. Porém, a polícia localizou após 24 horas desaparecidos o veículo incendiado na rodovia BA-263, próximo a Itapetinga. Então, equipes das Coordenadorias de Itapetinga e Itabuna realizaram diligências na zona rural dos municípios de Ibicuí e Firmino Alves.

O primeiro corpo estaria carbonizado no Distrito de Itaiá, zona rural de Firmino Alves.
Foragido
Após informações de localização, Roberto Júnior, Coordenador da 21ª Coorpin, e o delegado Josemar, Titular de Itajuípe, acompanharam o DPT para a realização de perícia e remoção dos corpos para o IML de Itapetinga.

Foram instaurados inquéritos policiais nas DT’s de Ibicuí e Firmino Alves para apurar o fato.zona rural de Firmino Alves. Que as referidas equipes, juntamente com os DPC’s Roberto Júnior, Coordenador da 21ª Coorpin, e DPC Josemar, Titular de Itajuípe, acompanharam o DPT para a realização de perícia e remoção dos corpos para o IML de Itapetinga. Ainda em diligência, os policiais civis apreenderam na residência de um primo do autor identificado como “Reza Braba”, documentos do referido veículo.
                              Homenagem ao "Saporeca"

Investigação

A polícia trabalha com possibilidades distintas para o caso. Uma é descobrir o motivo do criminoso ter praticado requinte de crueldade com a vítima “Andinho”, pois o corpo foi encontrado com sinais de esquartejado e carbonizado. Já com a vítima “Saporeca”, houve o homicídio e o corpo foi enterrado, entretanto, sem os sinais brutais. Informações deixam uma incógnita – “Andinho” era o alvo? “Saporeca” foi queima de arquivo?




Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!