Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Corpo de professor de Judô é cremado em Caxias do Sul

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Corpo de professor de Judô é cremado em Caxias do Sul

Doze dias depois de ser atropelado em Gramado, no Rio Grande do Sul, o atleta itabunense Fabiano Andrade, conhecido como Zuky, morreu hoje. Ele estava internado desde o dia 03 na vizinha cidade de Caxias do Sul, onde foi submetido a uma cirurgia.
O acidente com Fabiano, numa rua onde os carros deveriam trafegar em baixa velocidade, chegou a ser alvo de investigação da Polícia Civil. Pouco depois de ser atingido, ao voltar para casa de bicicleta, ele foi transferido com traumatismo craniano para Caxias do Sul.
Lá, foi submetido a uma cirurgia e, desde então, oscilava entre momentos de lucidez e de coma induzido. Mas não resistiu.
A família foi para o hospital, clamava e recebeu inúmeros telefonemas e orações dos admiradores de um lutador cheio de persistência e capaz de travar todas as batalhas pelo sucesso da arte marcial que abraçou, aos 12 anos de idade.
Os familiares estão vendo os trâmites necessários para o velório e sepultamento do atleta. Professor de judô e colecionador de vitórias, troféus e medalhas, Fabiano tinha 42 anos e deixa órfãs as filhas Beatriz e Kiara. Diário Bahia.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!