Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Delegado é morto com um tiro no peito em Itabuna, duas versões para o caso

domingo, 28 de abril de 2019

Delegado é morto com um tiro no peito em Itabuna, duas versões para o caso

Mastique foi delegado em Itabuna em 2010/2011

O delegado José Carlos Mastique de aproximadamente 50 anos, foi morto com um tiro na madrugada de hoje (28), em um posto de combustível ao lado do Shopping Jequitibá, em Itabuna. O tiro foi deflagrado por um cabo da Polícia Militar, lotado do 15º Batalhão.
Existem versões distintas para o caso, de um lado a PM diz que o delegado sacou um revólver e policial atirou no peito, já o sindicato da Civil emitiu nota repudiando o ocorrido e aponta que o delegado informou sobre a arma, descartando a primeira possibilidade. Diante do caso, o delegado regional André Aragão e o comandante do batalhão, Tenente Coronel Riccio devem falar sobre as investigações nesta segunda-feira (29).
Conforme o Plantão Itabuna apurou junto as duas corporações, imagens do circuito de segurança do local e nas imediações vão contribuir para elucidar a morte de Mastique.
Segundo informações policiais, existe uma mulher como testemunha da história, ela estaria dentro do carro da vítima. A mesma relatou a PC ter escutado uma discussão e depois ouviu apenas o barulho do tiro. Ela pegaria uma carona com o delegado.
Quem era?
Mastique ainda em curso de formação com os colegas escrivães 1997.

José Carlos Mastique ingressou na Polícia Civil da Bahia como escrivão em 1998, depois formou-se Bacharel em Direito e prestou concurso para delegado, em seu perfil nas redes sociais, ele publicou que estava mestrando em Direito, cursou Letras, adorava cinema, tiro ao alvo e mergulho.
Mastique passou pela Plantão do Complexo Policial, foi titular em Arataca e depois Santo Amaro, era um delegado que chefiou diversas delegacias pela Bahia.


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!