Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Ex-carcereiro que estuprava a sobrinha de 11 anos é preso em Itaju do Colônia

segunda-feira, 22 de abril de 2019

Ex-carcereiro que estuprava a sobrinha de 11 anos é preso em Itaju do Colônia

Adicionar legenda
Na manhã desta segunda-feira (22), policiais civis e militares, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela justiça da Comarca de Itororó, prenderam o ex-carcereiro Gildevan Chaves Santos, popularmente conhecido como Dé. Ele tem 50 anos de idade, é morador da rua Catarina Paraguaçu, no centro de Itaju do Colonia e é acusado de estuprar, recorrentemente, a sobrinha de sua esposa, uma criança de 11 anos de idade. 

A menina mora com os avós, e Gildevan é casado com uma tia da garota. As suspeitas são de que há cerca de dois anos, Dé praticava assédios e abusos, já que tinha livre acesso às casas dos familiares, assim como a menina em sua residência. Na última semana, a criança, já não suportando os estupros, decidiu contar para uma professora da escola em que estuda. O fato foi comunicado à direção psicopedagógica da unidade escolar, e em seguida, à família, que acionou a polícia. 

A criança também relatou que Gildevan a ameaçava de morte, e dizia que se ela contasse pra alguém sobre os abusos, seria morta. O caso foi levado foi comunicado na Delegacia de Polícia pelo Conselho Tutelar que adotou as medidas cabíveis. Os pais da menina são divorciados, sendo que o pai mora em Vitória-ES e a mãe em São Paulo-SP.  Outro relato da vitima foi a de que o criminoso tentou convencê-la a trazer "outras coleguinhas" para que ele também praticasse os atos. A última vez que houve relação sexual forçada, ainda segundo o depoimento da menina, foi em novembro de 2018. 

Ainda foi contado em depoimento à polícia pela criança, que desde o momento em que o acusado tirou a virgindade dela, ele vinha, recorrentemente seduzido a vítima, até consumar o ato sexual forçado. Isso chegou a acontecer cerca de quatro vezes por semana, durante todo esse tempo. Quando começaram os abusos, ela tinha nove anos de idade. 

Gildevan foi detido nesta segunda-feira e está na carceragem da cadeia pública de Itaju do Colônia. Em breve a tendência é de que seja transferido para o Conjunto Penal de Vitória da Conquista.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!