Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Vereadora Charliane denuncia em nota aumento na conta de água

terça-feira, 2 de abril de 2019

Vereadora Charliane denuncia em nota aumento na conta de água

NOTA PÚBLICA

Porque sempre a população tem que pagar a conta? O Prefeito Fernando Gomes em mais uma medida desastrosa de sua má gestão, decretou que a partir de Maio teremos acréscimo de quase 7% nas contas de água em Itabuna, o que não resolverá nossos problemas.

E sempre quando se fala nos problemas enfrentados pela EMASA, a possibilidade de privatização ou concessão privada dos serviços de água e esgotamento sanitário que hoje são prestados pela empresa vem à tona.

Vejo essa iniciativa do governo municipal com bastante cautela, por se tratar de um tema que trará um grande impacto para toda população itabunense.

Estudos preliminares que chegaram ao nosso conhecimento indicam que os levantamentos realizados pela Fundação Getúlio Vargas, contratado pela Prefeitura Municipal de Itabuna, sugere elevar a tarifa de esgoto dos atuais 45% para 80% a ser cobrado em todos os domicílios já no primeiro ano de concessão, um aumento real de 35%, sem que nenhum tipo de investimento em saneamento básico tenha sido concretizado.

Recentemente o Ministério Público e o  Tribunal de Justiça da Bahia proibiram a elevação da taxa de esgoto pela Emasa devido à falta de tratamento de esgoto. A propósito, Itabuna, que está entre os municípios de médio e grande porte da Bahia, é o que tem um dos piores índicadores de distribuição de água e esgotamento sanitário. Portanto, entendemos a necessidade de buscarmos soluções para enfrentarmos esse grave problema que certamente não virá sem um debate amplo com a sociedade.

Nesse momento em que há uma tendência global de re-municipalização dos serviços de saneamento, principalmente, pela falta de transparência, de cumprimentos contratuais e prática de tarifas de água abusivas pelo setor privado, a prefeitura de Itabuna propõe como única alternativa a privatização. Sabemos que sem aportes de recursos públicos federal e estadual, caberá a população pagar os altos custos dos investimentos, os lucros dos empresários e uma taxa especial sobre o faturamento bruto da conta de água como está previsto no estudo da FGV.

É preciso que tudo isso fique claro à população, pois não podemos pagar o preço da incompetência e da má gestão com essa empresa tão importante para o nosso município.


Itabuna(BA), 02 de Abril de 2019
Vereadora Charliane Sousa

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!