Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Greve dos Rodoviários: Do caos ao acordo

terça-feira, 16 de julho de 2019

Greve dos Rodoviários: Do caos ao acordo


As empresas tiveram um prejuízo de aproximadamente 
R$ 300 mil por dia


Foi uma semana de tensão, transtorno e preocupação por parte da população itabunense. Mais de 50 mil usuários do transporte coletivo ficaram sem o mesmo. Os rodoviários deflagraram uma greve com 100% de adesão. Falta do reajuste salarial e ausência de negociação foram os motivos. Diante do Caos instalado, veio o esperado acordo. Reajuste do valor da tarifa que deve pular de R$ 3,00 para R$ 3,12.

Esse movimento ficou explicito a “união” de forças, mesmo que não transparente. De um lado os trabalhadores reivindicaram o aumento, do outro, os empresários pegaram o “buzu” e só bateram o martelo após o reajuste de R$ 0,12, caminharam paralelamente.  
Analisando o movimento grevista e patronal, afinal ambos queriam algo em troca: Se aumentar o salário a gente roda; se reajustar o valor a da passagem, a gente paga.
Quem não teve nada a fazer foi o povo, aliás, tiveram, foram obrigados a caminhar para o trabalho ou qualquer outra atividade, tiveram que pagar transporte mais caro, e coloca caro nisso, até R$ 20,00 para cumprir o dia de serviço.
Para terminar o movimento de greve foi preciso a intervenção dos empresários representados pelas suas associações, Ministério Público e Justiça. Nessa história apenas um braço não se manifestou, deixou o barco prosseguir, a Prefeitura de Itabuna.

Os ônibus voltaram a rodar nesta terça-feira (16), por volta das 08:00. Sim, detalhe, caso não aconteça o pagamento, vão parar tudo novamente.

Oziel Aragão
jornalista

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!