Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: Advogado flagrado em presídio com bilhetes de criminosos na cueca é suspenso pela OAB

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Advogado flagrado em presídio com bilhetes de criminosos na cueca é suspenso pela OAB


Tribunal de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, por decisão monocrática do seu presidente, Josué de Sousa Lima, suspendeu cautelarmente, por 12 meses, o advogado Alaor Patrício Júnior do exercício da advocacia. A medida foi tomada em “defesa da moral e da advocacia”, destaca o dirigente do tribunal em sua decisão.

O advogado Alaor Patrício Júnior foi preso em flagrante, nessa terça-feira, após tentar passar bilhete de presos para criminosos em liberdade. Ele guardava os bilhetes na cueca. Os papéis continham orientações de detentos da Casa de Privação Provisória de Liberdade Agente Elias Alves da Silva (CPPL IV), em Itaitinga (RMF), sobre tráfico de drogas, aquisição de armas, retaliações a devedores do tráfico e fuga de presos. Ele foi detido por integrar organização criminosa e por associação para fins de tráfico.

Ao mesmo tempo em que suspende cautelarmente o advogado Alaor Patrício do exercício profissional, o presidente do Tribunal de Ética da OAB/CE, convocou sessão extraordinária do organismo para refender a decisão.


O Caso

Alaor foi revistado por policiais civis de Itaitinga, sendo flagrado com o material ilícito em sua cueca. Ele se encontra preso na delegacia de Itaitinga. De acordo com o delegado Wilson Camelo, em depoimento Alaor afirmou que não prestava serviços advocatícios para os presos que supostamente seriam lideranças da facção criminosa Comando Vermelho. Segundo Alaor, ele apenas levava as informações passadas para criminosos em liberdade.

Eliomar de Lima
Fonte: blogdoeliomar.com.br

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!