Plantão Itabuna - A denúncia é sua, a missão é nossa: NOTA PÚBLICA DO PT -ITABUNA

terça-feira, 24 de setembro de 2019

NOTA PÚBLICA DO PT -ITABUNA


O Diretório do Partido dos Trabalhadores em Itabuna viveu, nesse domingo (22), a coroação de seu processo democrático de eleições diretas. Foi uma disputa acirrada, em que se buscou, ao menos de um lado, manter o equilíbrio e a serenidade, próprios de quem sabe que conta com a militância historicamente para a construção, consolidação e resistência do PT, especialmente quando atravessamos momentos tão delicados em relação aos ataques que sofremos ao longo dos últimos anos.

Da parte de nossa chapa “PT Unido por Lula Livre”, buscamos fazer a discussão política, tendo como norte a liberdade de nosso presidente Lula, o fortalecimento do PT e a inclusão do partido, como protagonista, nas discussões da sucessão municipal em 2020. Entendemos que, enquanto partido com o maior número de filiados no Brasil e um dos maiores do mundo, não nos é dado o direito de nos abster das discussões políticas que afetam a vida de milhares de pessoas em nossa cidade.
Estamos vivendo na pele até hoje – e ainda viveremos por muito tempo – as consequências de nossa derrota eleitoral em 2004, quando não reelegemos o companheiro Geraldo Simões para mais um mandato, o que certamente teria mudado a realidade do nosso município. Exemplo de que isso era possível é o desenvolvimento que vemos em Vitória da Conquista, que cresceu na medida inversa do nosso declínio. Nada disso é por acaso, mas fruto de escolhas políticas.
Em relação ao PED em Itabuna, o resultado da votação, embora aparentemente apertado, não mostra declínio algum de nossa liderança política. Mostra, por outro lado, que nem tudo se compra com promessas impossíveis, com ameaças imorais ou com a arrogância de pessoas que se autoprojetam como herdeiras do autoritarismo que derrotamos na Bahia desde 2006.
Mostra, por fim, a incoerência explícita de quem foi vice e chegou à presidência do PT sob a liderança daquele que hoje tacha como personalista. Pessoalmente, já disputei o PED contra o companheiro Flávio Barreto, que foi apoiado por Geraldo. Perdi a disputa, mas não abri mão de minha dignidade e do respeito à história de um companheiro que é reconhecido na Bahia e no Brasil como uma das grandes lideranças do Partido dos Trabalhadores.
Nossa vitória deve ser ainda mais valorizada, para além da votação nominal apurada, por ter sido a vitória construída com a militância, pela militância e para a militância. Agradecemos ainda o apoio dos companheiros Geraldo Simões, Josias Gomes, Everaldo Anunciação, aos companheiros Nina Rosa e Raimundo Santana, que abriram mão de suas candidaturas para apoiar nosso nome, bem como ao presidente Flávio Barreto, pelo apoio e condução do processo, e as demais tendências que nos apoiaram.
Finalmente, quero dizer que, passado o calor da disputa, o Partido dos Trabalhadores volta a se unir em torno dos projetos que nos são caros, a começar pelo Lula Livre, bem como as discussões políticas que envolvem a sucessão municipal, como protagonistas que sempre fomos, observando as resoluções internas sobre coligações e alianças. Seguiremos em defesa do PT, como dissemos em toda a nossa campanha.
Jackson Moreira
Presidente Eleito - PT Itabuna

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE!

PUBLICIDADE!